5.10. Boas práticas e Padrões de Código

Sabendo que variáveis, funções, procedimentos, constantes e atributos podem ser definidos com identificadores (nomes) bem definidos, qual a melhor forma de escrevê-los?

Existem alguns padrões de nomes em códigos, abaixo apresentamos alguns:

  • camelCase ou lowerCamelCase: Este padrão define que as variáveis vão começar com uma letra minúscula e terão as próximas palavras iniciadas em maiúscula sem qualquer símbolo entre as letras, este padrão aceita números nas palavras. É um dos padrões mais utilizados em nomes de variáveis e nomes de funções e é utilizado nas convenções de código oficiais do Scilab;

  • UpperCamelCase ou PascalCase ou StudlyCaps: Este padrão define que todas palavras do nome da variável começarão em maiúscula sem qualquer símbolo entre as letras, este padrão aceita números nas palavras. É um dos padrões mais utilizados em nomes de classes;

  • lower_case ou snake_case ou under_score] Neste padrão todas letras são minúsculas e as palavras são separadas com um símbolo de _ (underline). É um dos padrões mais utilizados em variáveis;

  • lowercase: Neste padrão todas palavras são iniciadas com letra minúscula sem qualquer símbolo separando as palavras;

  • Proper_Case: Este padrão todas palavras são iniciadas com letra maiúscula e as palavras são separadas com um símbolo de _ (underline). Não é um padrão muito legível, sendo preferível evitar seu uso;

  • UPPERCASE: Este padrão usa todas as letras maiúsculas sem qualquer simbolo separando as palavras, é um padrão que atrapalha muito a legibilidade do código, sendo melhor não utilizá-lo.

  • CONSTANT_CASE ou UPPER_CASE: Neste padrão todas letras são maiúsculas e as palavras são separadas com um símbolo de _ (underline). É um padrão muito utilizado em constantes;

  • param-case: Não é permitida na maioria das linguagens, mas muito usada em paramêtros HTML;

  • dot.case: Não é permitida na maioria das linguagens, mas muito usada em classes do CSS;

Cada linguagem pode ter uma convenção de código, que são formas sugeridas de se utilizar os comandos e funções da linguagem, abaixo apresento algumas: